Projeto Água Perenes

Pela conservação do bem natural

Perenizando nascentes, fauna e flora


Sabe-se que em pouco tempo a população mundial não terá acesso à água potável e que a degradação do meio ambiente é fator importante para a conservação desse bem natural.

Marco Túlio Paolinelli engenheiro agrônomo comprou uma propriedade em 1980 com solo degradado e passou então a promover atividades de conservação das nascentes. Para isso construiu bolsões, plantou árvores e utilizou o Jambolão para proteger e recompor a qualidade do solo.

Ao longo dos 30 anos de trabalhos a água aflorou e trouxe vida novamente à propriedade, voçorocas foram contidas e estão sendo recuperadas, as nascentes foram perenizadas e a flora e fauna do local.

A partir do sucesso do trabalho, o engenheiro resolveu reproduzir o projeto em uma área nobre da região, dentro da Fazenda São Francisco. A Fazenda São Francisco pertence ao município de Uberaba, distando aproximadamente 23 km da cidade de Uberaba. A propriedade possui uma área total de 885.66 há, aproximadamente 7% da área total da microbacia do Ribeirão Saudade inserida em uma unidade de conservação de uso sustentável, denominada Área de Proteção Ambiental - APA Rio Uberaba. Dentro dessa área da APA estão os córregos Borá e Borazinho e 40% desses córregos estão dentro da Fazenda São Francisco. Os córregos Borá e Borazinho contribuem com 40% de água para o Rio Uberaba. Isso significa que 16% da captação do Rio Uberaba vem de dentro da Fazenda São Francisco, intensificando a responsabilidade do proprietário na execução de medidas de proteção ambiental local.

Mas o sonho do Paolinelli não é só ambiental. Ele tem também o intuito de promover instituições que atendem a comunidade. Para isso foi criado o projeto Águas Perenes que viabiliza a conservação ambiental e a destinação de verbas para instituições sociais.